28.3 C
Brasil
sexta-feira, março 5, 2021
Início Brasil Após pedido de Witzel, PGR apresenta vídeo completo do principal delator 

Após pedido de Witzel, PGR apresenta vídeo completo do principal delator 

A Procuradoria-Geral da República (PGR) apresentou na noite de terça-feira, dia 26, a íntegra do vídeo do depoimento de delação do ex-secretário de Saúde Edmar Santos. Como VEJA mostrou em primeira mão, a defesa do governador afastado do Rio, Wilson Witzel, tentou anular a colaboração junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), alegando que um trecho de 24 minutos do vídeo havia desaparecido. Ao disponibilizar o depoimento completo, a PGR alegou que havia ocorrido uma falha de informática.

No último dia 21, a defesa do governador afastado havia pedido que a delação fosse retirada dos autos. No documento, eles argumentam que não havia no vídeo disponibilizado o trecho em que o delator teria descrito o “caixa único da propina”, do qual Witzel receberia 20%. Os depoimentos de Edmar estão entre os elementos elencados pela PGR para acusar o governador afastado de chefe da organização criminosa. A demanda dos advogados de Witzel havia sido encaminhada ao relator do caso, ministro Benedito Gonçalves, que determinou que a Procuradoria se pronunciasse. Foi a terceira vez que a defesa tentou a íntegra do vídeo.

Em entrevista à VEJA na última segunda-feira, 25, Witzel disse ter esperança de voltar ao cargo a partir de 1º de março. O Partido Social Cristão (PSC), legenda do governador afastado, entrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal (STF) para que a Corte analise o caso no retorno do recesso do Judiciário na próxima semana,  já que vai vencer em fevereiro o prazo de afastamento de 180 dias de Witzel do comando do governo.

“Espero voltar em março. Qual é a questão a ser analisada? Um governador pode ficar afastado por mais de 180 dias sem condenação? O artigo 86, parágrafo 2º, por exemplo, prevê que o presidente da República fique, no máximo, 180 dias se o julgamento não for concluído. Nenhum governador pode ficar mais tempo afastado sem uma decisão sobre a perda do cargo. Estou confiante”, afirmou Witzel.

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Pagamento de indenizações da Odebrecht a delatores é questionado

O ex-presidente da Braskem José Carlos Grubisich Filho acionou a Justiça nesta semana para questionar supostos indícios de recebimento de indenizações mensais por parte de...

Covid-19: Doria anuncia novo hospital de campanha em SP

O governador João Doria disse nesta sexta-feira, 5, que um novo hospital de campanha será aberto na cidade de São Paulo para o tratamento...

Bolsonaro usa mentira como método e não merece governar, diz Dino

Autor da queixa-crime encaminhada à Câmara pelo decano do STF, ministro Marco Aurélio Mello, o governador do Maranhão, Flávio Dino, bate pesado no presidente...

Como a Ambev vem atuando contra a cultura machista no mercado

O debate sobre equidade de gênero nunca esteve tão forte no setor cervejeiro. Na Ambev, mudanças expressivas estão em curso em todas as áreas...