21.8 C
Brasil
quarta-feira, março 3, 2021
Início Brasil Câmara pode votar socorro ao setor de eventos nesta semana

Câmara pode votar socorro ao setor de eventos nesta semana

Está na pauta desta semana da Câmara o projeto de lei de Felipe Carreras (PSB-PE) que cria o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos. O texto, que permite aos empresários do setor refinanciar os débitos com o governo, tem o apoio de mais de 380 deputados.

A medida é importante, segundo Carreras, porque o setor de entretenimento continuará sendo o mais afetado financeiramente na pandemia, até que a vacina seja ofertada de modo regular aos brasileiros. “Já são mais de 600.000 empregos perdidos. Trabalhadores que estão parados e sem renda desde março. Eu não falo apenas em nome dos empresários, dos artistas e dos músicos. Eu falo pelo montador de palco, pelos seguranças, pelos donos de barraquinhas de comidas, bilheteiros, cenógrafos, técnico de som e luz, camareiro, faxineiro e tantos outros que estão sem perspectiva”, disse.

A medida em tramitação na Câmara zera impostos ao setor por 60 meses e prevê a prorrogação do auxílio emergencial para o setor até o efetivo funcionamento das atividades e linhas de crédito específicas para o fomento de atividades.

- Advertisment -

Ultimas Notícias

STJ absolve desembargadora que insultou Marielle Franco

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) absolveu a desembargadora Marília de Castro Neves, do Tribunal de Justiça do Rio, da acusação de calúnia por ter...

Pronunciamento de Bolsonaro é novamente adiado

Apesar de integrantes do governo e o próprio presidente Jair Bolsonaro terem passado o dia falando do pronunciamento em rede nacional, um importante auxiliar...

Corrupção na pandemia: promotores acham R$ 300 mil com investigado no DF

Promotores do Distrito Federal encontraram quase 300.000 reais em dinheiro vivo na casa de um dos alvos da Operação Falso Negativo, que investiga um...

Prorrogação da outorga da BR-040 anima concessionárias de rodovias

A liminar da Justiça Federal que prorrogou a concessão da BR-040, administrada pela Concer, por conta dos desequilíbrios econômico-financeiros causados pela pandemia de Covid-19...