27.8 C
Brasil
segunda-feira, abril 19, 2021
Início Brasil Demissão de Azevedo abre intervenção política de Bolsonaro na área militar

Demissão de Azevedo abre intervenção política de Bolsonaro na área militar

É bem mais feia a história em torno da demissão do ministro da Defesa Fernando Azevedo. Aliados do general relataram ao Radar que Azevedo foi ao Planalto já sentindo que o seu relacionamento com Jair Bolsonaro estava chegando ao fim.

O motivo do desgaste, nas palavras de uma graduada fonte militar, seria a condução do ministério por Azevedo, mantendo a caserna distante do assédio político de Bolsonaro.

A nota escrita pelo próprio Azevedo deixa clara a determinação dele de barrar o aparelhamento das forças pelo bolsonarismo quando o ministro registra que, “nesse período, preservei as Forças Armadas como instituições de Estado”.

A demissão de Azevedo deixa completamente exposto o comandante do Exército, Edson Pujol.

 

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Carla Maria Silva Maia explica a importância de uma consultoria empresarial

O mercado cresce cada dia mais e pequenas empresas tornam-se médias e grandes empresas, tornam-se multinacionais, afirma Carla Maria Silva Maia. Com...

Moraes nega pedido de Witzel para paralisar andamento do impeachment

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta segunda-feira o pedido de Wilson Witzel para paralisar o andamento do processo de...

A mensagem de Pujol no Dia do Exército: ‘Lealdade à Constituição’

Mensagem do Dia do Exército assinada pelo comandante Edson Pujol nesta segunda registra em dois trechos o compromisso da força com a Constituição. Pujol, que...

Leilão de apartamento de Ciro Gomes entra na reta final na Justiça

Um conhecido site de leilões anuncia para o dia 10 de junho o leilão de um apartamento do pedetista Ciro Gomes em Fortaleza. O imóvel...