24.6 C
Brasil
domingo, abril 18, 2021
Início Brasil Eduardo Leite chama Bolsonaro de mentiroso: ‘muito fala e pouco governa’

Eduardo Leite chama Bolsonaro de mentiroso: ‘muito fala e pouco governa’

Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite não perdeu a oportunidade criada por Jair Bolsonaro, ao acusar o prefeito, veja só, de colocar em dia salários de servidores no estado supostamente com dinheiro da saúde. “Tem estado como o Rio Grande do Sul que estava três meses atrasado com a folha de pagamento. O governador Leite colocou em dia o salários e se esqueceu da saúde”, disse Bolsonaro na Band.

Além de desafiar Bolsonaro a mostrar dados que confirmem a fala, classificada por Leite de “mentira de quem muito fala e pouco governa”, o governador gaúcho aproveitou para lembrar o presidente que a saúde financeira do estado foi colhida à custa de uma dura e ampla reforma da previdência e de uma reforma administrativa que cortou benefícios de servidores públicos.

“Os salários dos servidores foram colocados em dia no Rio Grande do Sul porque nós tivemos a coragem de fazer as mais profundas reformas do funcionalismo nos últimos 30 anos. Diminuímos em mais de 700 milhões de reais a despesa com folha de pagamentos fazendo a mais consistente reforma da previdência entre todos os estados e uma reforma administrativa que cortou vantagens e benefícios de servidores de todos os poderes, como o senhor presidente da República não teve coragem de fazer no plano federal”, diz Leite.

 

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

A dura missão de Braga Netto na Defesa

Walter Braga Netto levará um tempo para vencer a desconfiança na caserna. No Exército, oficiais generais de alta patente consideram que Braga Netto aprendeu...

A relação do novo chefe do Itamaraty com a China

Se o ambiente melhorou com os Estados Unidos na esteira dessa discussão da Cúpula do Clima de Joe Biden, o mesmo pode-se dizer em...

Os ‘exemplos domésticos’ do ministro Edson Fachin, do STF, no isolamento

No isolamento social há um ano, o ministro Edson Fachin, que comanda os casos da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal, divide o tempo entre...

Presidenciáveis de centro e esquerda se unem em críticas a Bolsonaro

Cinco presidenciáveis de diferentes partidos e ideologias – o apresentador de TV Luciano Huck (sem partido), os governadores João Doria (PSDB-SP) e Eduardo Leite...