21.6 C
Brasil
domingo, junho 20, 2021
Início Brasil Em delação, Lavouras revela propina a nove desembargadores do TJRJ

Em delação, Lavouras revela propina a nove desembargadores do TJRJ

A delação assinada pelo ex-presidente da Fetranspor José Carlos Lavouras com a PGR é uma espécie de inventário da corrupção que sequestrou a máquina estatal do Rio de Janeiro tanto no Executivo quanto no Legislativo e no Judiciário.

Em 39 anexos, o ex-dirigente revela pagamento de propinas a vereadores, deputados estaduais, deputados federais, senadores, desembargadores, conselheiros, integrantes do governo do Rio e até integrantes do Ministério Público do Rio e da Polícia Federal.

Só em propinas para compra de decisões de desembargadores do TJRJ, por exemplo, Lavouras produziu oito anexos em que revela o gasto de mais de 11 milhões de reais com o suborno de magistrados. Ele cita sete magistrados e uma desembargadora aposentada envolvidos na rede de corrupção financiada pelas propinas da entidade.

Eis a lista dos desembargadores citados por Lavouras. Todos os anexos foram enviados pela PGR ao STJ para que os integrantes do TJRJ sejam investigados.

Solicitação e pagamento de vantagens indevidas ao Desembargador do TJRJ MÁRIO GUIMARÃES NETO, em duas oportunidades, no total de R$ 7.200.000,00, com o fim de obter decisões judiciais favoráveis nos autos de dois processos distribuídos à 12 ª Câmara Cível, sob relatoria do referido Desembargador

Solicitação e pagamento de vantagens indevidas ao Desembargador do TJRJ GUARACI CAMPOS VIANNA, em duas oportunidades, no total de R$ 620.000,00, com o fim de obter decisões judiciais favoráveis nos autos de três processos distribuídos à 19ª Câmara Cível, sob relatoria do referido Desembargador.

Continua após a publicidade

Solicitação e pagamento de vantagens indevidas ao Desembargador do TJRJ CHERUBIM HELCIAS SCHWARTZ JUNIOR, no total de R$ 500.000,00, com o fim de obter decisão judicial favorável nos autos de processo distribuído à 12ª Câmara Cível, sob revisão do referido Desembargador.

Solicitação e pagamento de vantagens indevidas ao Desembargador do TJRJ JOSE CARLOS MALDONADO DE CARVALHO, no total de R$ 100.000,00, com o fim de obter decisão judicial favorável nos autos de processo distribuído à 1ª Câmara Cível, sob relatoria do referido Desembargador.

Solicitação e pagamento de vantagens indevidas ao Desembargador do TJRJ MARCOS ALCINO DE AZEVEDO TORRES, no total de R$ 1.500.000,00, com o fim de obter decisão judicial favorável nos autos de processo distribuído à 19ª Câmara Cível, sob relatoria do referido Desembargador.

Solicitação e pagamento de vantagens indevidas ao Desembargador do TJRJ ADRIANO CELSO GUIMARÃES, no total de R$ 500.000,00, com o fim de obter decisão judicial favorável nos autos de processo distribuído à 8ª Câmara Cível, sob relatoria do referido Desembargador.

Solicitação e pagamento de vantagens indevidas à Desembargadora do TJRJ HELDA LIMA MEIRELES, com o fim de obter decisão judicial favorável nos autos de representação de inconstitucionalidade que tramitou no Órgão Especial, sob relatoria da referida Desembargadora.

Solicitação e pagamento de vantagens indevidas à Desembargadora do TJRJ LETÍCIA SARDAS, no total de R$ 600.000,00, com o fim de obter decisão judicial favorável nos autos de processo distribuído à 8ª Câmara Cível, sob relatoria da referida Desembargadora.

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Milhares de manifestantes protestam contra Boslonaro na avenida Paulista

Um sem-número de manifestantes protesta na tarde deste sábado, 19, contra o presidente Jair Bolsonaro na avenida Paulista, centro de São Paulo. A manifestação...

Em campanha pelo STF, presidente do STJ recebe líderes evangélicos

Ainda sonhando com o STF, o presidente do STJ, ministro Humberto Martins, passou a semana recebendo líderes evangélicos no tribunal para poder ampliar sua...

Disputa de poder no Planalto trava articulação no Congresso

A disputa por poder no Planalto, que mobiliza o ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, a chefe da Secretaria de Governo, Flávia Arruda,...

Antigo partido de Bolsonaro abre as portas para Doria em 2022

Se o PSDB seguir Aécio Neves e fritar João Doria nas prévias do fim do ano, o tucano tem outra poderosa máquina partidária como...