21.5 C
Brasil
sábado, março 6, 2021
Início Brasil Extremista preso confirma que pregava a intervenção – mas era “no voto”

Extremista preso confirma que pregava a intervenção – mas era “no voto”

O blogueiro Oswaldo Eustáquio, que está em prisão domiciliar em função de sua participação nos atos antidemocráticos, confirmou, em depoimento  à Polícia Federal,  que defendeu mesmo uma “intervenção popular” no Congresso Nacional durante manifestações consideradas antidemocráticas do ano passado. Mas teria havido um mal-entendido. Ele explicou que a intervenção popular a que ele se referia seria feita através do voto — democraticamente, portanto. É um ajuste de versão conveniente diante da atual conjuntura.

O blogueiro é um dos investigados no inquérito instaurado pelo Supremo Tribunal Federal para apurar os atos antidemocráticos.  Preso no fim do ano passado, Oswaldo está impedido de utilizar as redes sociais, de conceder entrevistas e sair de casa.  Na penitenciária da Papuda, em Brasília, onde ficou detido, ele levou um tombo quando tentava consertar um chuveiro, lesionando a coluna vertebral. Correu o risco de ficar paraplégico.

Militante nas redes sociais, Oswaldo nega que tenha defendido o fechamento do Congresso ou do Supremo. De acordo com as investigações, ele é suspeito de financiar manifestações que ocorreram em Brasília. Por conta disso,  teve a prisão preventiva decretada e, atualmente, cumpre a decisão judicial  em regime domiciliar, usando uma tornozeleira eletrônica.

Num tom bem abaixo do que custava usar em suas pregações radicais antes de ser detido, Oswaldo, agora, diz  que tem planos de seguir a carreira política, provavelmente disputando uma vaga no Congresso em 2022.  Ele comentou com a família que, quando for autorizado a voltar a utilizar suas redes sociais,  vai retomar as críticas que fazia ao Congresso e ao STF — sempre ressaltando, é claro,  que a  tal “intervenção” que defende  se dará “no voto”.

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Polícia trabalha com tese de complô de mandantes na morte de Marielle

A Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro está trabalhando com a tese de um possível complô entre intermediários e mandantes do duplo assassinato...

Operação flagra mais um grande desmatamento na Chapada dos Veadeiros

Uma operação contra desmatamento irregular na região da Área de Proteção (APA) de Pouso Alto, no município de Cavalcante, resultou em multas que somam...

Como o vídeo ‘Custo Bolsonaro’ mexeu com as redes nas últimas 24 horas

Análise da consultoria Arquimedes sobre o comportamento das redes desde que o vídeo Custo Bolsonaro começou a circular nesta quinta-feira mostra que a produção,...

Damares anuncia domingo dados de violência contra mulheres no país

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos divulga no domingo os dados de denúncias recebidas pelo Disque 100 e pelo Ligue...