25.6 C
Brasil
sexta-feira, maio 14, 2021
Início Brasil Fux critica impedimento de audiência de custódia por videoconferência

Fux critica impedimento de audiência de custódia por videoconferência

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Luiz Fux, criticou nesta sexta-feira, 30, a decisão do Congresso Nacional que derrubou a efetivação das audiências de custódia por videoconferência. A crítica do ministro foi feita durante evento do conselho para aprimoramento das audiências.

Na semana passada, o Congresso derrubou vetos do presidente Jair Bolsonaro a dispositivos do Pacote Anti Crime. Com a decisão dos parlamentares, a formalização legal das audiências de custódia virtuais não foi aprovada.

Para Fux, as audiências são uma garantia fundamental do preso, no entanto, diante da pandemia de covid-19, o CNJ estabeleceu regras para as audiências por videoconferência durante o período.

Segundo o presidente, a derrubada do veto foi ocasionada por um movimento de advogados criminais.

“O Congresso Nacional entendeu de derrubar a audiência de custódia, e o que é mais lamentável é que a derrubada da audiência de custódia por videoconferência vai impedir que essa audiência se realize. Com isso, o que está por detrás é a bastardia da ideia originária, que é não deixar realizar a audiência de custódia para mais tarde afirmar que a audiência de custódia por videoconferência não foi realizada e solicitar-se habeas corpus, obtendo liberdade para criminosos perigosíssimos, líderes de organizações criminosas, e essa nossa causa de profunda indignação”, afirmou Fux.

Desde 2015, a realização da audiência de custódia presencial é obrigatória. Dessa forma, o preso deve ser levado ao juiz responsável pelas audiências no prazo de 24 horas após a prisão pela polícia. O magistrado avalia a necessidade da manutenção da prisão e poderá determinar que o preso seja solto e cumpra uma medida cautelar, como o uso de tornozeleira eletrônica.

Com Agência Brasil

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

PGR assina delação com advogado que deve implodir a Lava-Jato no Rio

O advogado Nythalmar Filho na última terça-feira seu acordo de delação premiada com a PGR. Em troca de provas contra investigadores da força-tarefa da Lava-Jato...

STF arquiva caso dos cheques de Queiroz que mirava Bolsonaro

No início da semana, o Radar revelou que o chefe da PGR, Augusto Aras, havia rejeitado investigar Jair Bolsonaro no caso dos cheques depositados...

Disputa pelo controle do aeroporto de Manaus segue no STF

A novela da licitação do aeroporto de Manaus, que antagoniza o governo de Jair Bolsonaro e consórcio SB Participações, ganhou mais um capítulo com...

Universidade Zumbi dos Palmares lança pesquisa inédita sobre cotas raciais

A Universidade Zumbi dos Palmares, em parceria com a ONG Afrobras e com o Conselho Nacional de Justiça, vai dar início a uma pesquisa...