22.2 C
Brasil
terça-feira, março 2, 2021
Início Brasil Golpes que usam a vacinação contra a Covid-19 se espalham pelo país

Golpes que usam a vacinação contra a Covid-19 se espalham pelo país

Criminosos estão se passando por membros do Ministério Público, do Ministério da Saúde ou por outros funcionários públicos para aplicar o golpe do agendamento da vacina contra a Covid-19 pelo WhatsApp. Na tentativa de clonar contas no aplicativo, os golpistas pedem dados pessoais, o envio por SMS de um código ou induzem a vítima a clicar em links. O objetivo é ativar a conta da vítima no aplicativo de mensagens em outro celular para clonar o aparelho e conseguir informações pessoais.

Em Brasília, criminosos se passaram por membros do Ministério Público do Distrito Federal e enviaram mensagens oferecendo o agendamento da vacinação, serviço que não é oferecido pelo MP. Em nota, o órgão informou que “esse tipo de mensagem caracteriza golpe e a população deve ficar atenta e só confiar em ações devidamente divulgadas nos canais oficiais das instituições públicas que atuam no enfrentamento à pandemia”.  As denúncias na capital podem ser feitas pela ouvidoria do MPDF ou pelo número 0800 644 9500 e também no espaço para denúncias do site do governo do Distrito Federal ou pelo telefone 162.

Tela de WhatsApp mostra tentativa de golpe usando a vacinação contra a Covid-19./Reprodução

Em Ribeirão Preto (SP), denúncias do mesmo tipo de crime foram registradas com pessoas que alegavam ser funcionários da saúde, mesmo a prefeitura da cidade e o estado não realizando dessa forma o agendamento para a vacinação contra a Covid-19. A ação deve ser feita sempre por meio de um site lançado pelo governo estadual ou pelo portal municipal de Ribeirão Preto. O mesmo tipo de golpe ocorreu em São José dos Campos, outra cidade no interior de São Paulo.

Em Aracaju, a Secretaria Municipal de Saúde emitiu um alerta na última segunda-feira, 8, pedindo para que a população não acesse links ou repasse dados pessoais ao receber esse tipo de mensagem.

Segundo as autoridades, em caso de clonagem ou tentativa de clonagem de contas de WhatsApp com o uso do golpe do agendamento da vacina , a vítima deve registrar um boletim de ocorrência em delegacias da Polícia Civil — para isso, é indicado produzir prints das mensagens recebidas.  Ao perceber que caiu no golpe, a vítima pode acionar o suporte do aplicativo para pedir o bloqueio da conta. Segundo o Procon-SP, a denúncia desse tipo de golpe também pode ser feita nas redes sociais do órgão.

Há pouco mais de três semanas, antes mesmo da imunização no Brasil ter início, o Ministério da Saúde em seu Twitter fez um alerta sobre o falso agendamento da vacinação contra Covid-19. “A ação visa clonar seu número do aplicativo de mensagens e ter acesso aos dados do seu celular. Não caia nessa! O Ministério da Saúde não telefona para marcar vacinação e jamais pede este tipo de confirmação de dados”,  escreveu.

Continua após a publicidade

Em um comunicado em conjunto com o Conass (Conselho Nacional de Secretária de Saúde) e Canasems (Conselho Nacional de Secretários  de Saúde), a pasta informou que o acesso aos imunizantes ocorre por meio do SUS e não é exigido nenhum cadastro nem são enviadas mensagens por aplicativo para agendar a vacinação contra Covid-19

 

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Lokdown? TST prevê gastar com coquetel para até 10.000 pessoas

O Tribunal Superior do Trabalho anunciou a contratação de serviço de coquetel volante e coffee break para a Corte. A licitação envolve outros dois...

Com hospitais em colapso, Saúde fecha contrato milionário sem licitação

O Distrito Sanitário Especial Indígena Yanomami, ligado ao Ministério da Saúde, contratou a empresa Voare Taxi Aéreo por 12,1 milhões de reais sem licitação. Segundo...

PF e MPF nas ruas do Rio contra desembargadores do TRT

O Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF) estão nas ruas do Rio realizando buscas contra alvos da Operação Mais Valia –...

Lira e Pacheco tentam mediar relação de Bolsonaro com governadores

Rodrigo Pacheco e Arthur Lira já sentiram o baque da missão que assumiram, ao tentar posar de bons amigos de Jair Bolsonaro. A dupla...