22.3 C
Brasil
domingo, abril 18, 2021
Início Brasil Governadores de 16 estados pedem providências contra agressões

Governadores de 16 estados pedem providências contra agressões

Governadores de 16 estados assinaram uma carta nesta segunda-feira em que pedem aos chefes dos três poderes — Executivo, Legislativo e Judiciário — providências contra onda de agressões e fake news. 

“Os Estados e todos os agentes públicos precisam de paz para prosseguir com o seu trabalho, salvando vidas e empregos. Estimular motins policiais, divulgar Fake News, agredir Governadores e adversários políticos, são procedimentos repugnantes, que não podem prosperar em um país livre e democrático”, afirmam. 

A carta foi publicada na esteira de um movimento nas redes sociais contra o governador do baiano, Rui Costa (PT), após a morte de um policial militar que fez disparos no Farol da Barra, em Salvador.  

A presidente da CCJ da Câmara, deputada Bia Kicis (PSL-DF), chegou a pedir em uma rede social para que os soldados não cumprissem “ordem ilegal”. 

“Conclamamos o Presidente da República, os Presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, bem como o Presidente do Supremo Tribunal Federal, para que adotem todas as providências de modo a coibir tais atos ilegais e imorais”, pedem os governadores. 

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

A dura missão de Braga Netto na Defesa

Walter Braga Netto levará um tempo para vencer a desconfiança na caserna. No Exército, oficiais generais de alta patente consideram que Braga Netto aprendeu...

A relação do novo chefe do Itamaraty com a China

Se o ambiente melhorou com os Estados Unidos na esteira dessa discussão da Cúpula do Clima de Joe Biden, o mesmo pode-se dizer em...

Os ‘exemplos domésticos’ do ministro Edson Fachin, do STF, no isolamento

No isolamento social há um ano, o ministro Edson Fachin, que comanda os casos da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal, divide o tempo entre...

Presidenciáveis de centro e esquerda se unem em críticas a Bolsonaro

Cinco presidenciáveis de diferentes partidos e ideologias – o apresentador de TV Luciano Huck (sem partido), os governadores João Doria (PSDB-SP) e Eduardo Leite...