28 C
Brasil
sexta-feira, abril 23, 2021
Início Brasil Governadores se dividem sobre como tratar Bolsonaro em carta

Governadores se dividem sobre como tratar Bolsonaro em carta

A aguardada carta que anunciará o “pacto dos governadores” para barrar o avanço do coronavírus deve ficar pronta até meados desta semana, provavelmente na quarta-feira — se os mandatários se entenderem sobre qual será o tom usado no texto para tratar Jair Bolsonaro.

Uma parte dos estados, que tem maior dependência dos recursos federais, deseja adotar um discurso mais brando em relação ao go-verno de Jair Bolsonaro. Já outra ala de governadores quer responsabilizar claramente o presi-dente pelo colapso em curso no país.

Um dos governadores que não concordaram com o primeiro texto, por ser condescendente com Bolsonaro, é João Doria. Até a discussão sobre inserir no texto algo sobre a necessidade ou não de lockdown dividiu os mandatários.

Segundo o Radar apurou, nesta segunda-feira os governadores tiveram algumas reuniões entre si para organizar o movimento do “pacto” — e se desentenderam quanto declarações feitas à imprensa por parte de alguns, antecipando medidas que ainda não foram decididas.

 

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Os potenciais alvos da delação-bomba no Congresso

Em outra frente inflamável na PGR, um ex-assessor parlamentar e agora delator promete arrastar uma parte da bancada de Minas Gerais no Congresso para...

Plasfer: como aplicar sustentabilidade na empresa

O conceito de sustentabilidade está muito disseminado no mundo atual, a tendência é aderir e manter o natural. A empresa Plasfer Healthcare...

Apesar do STF, Moro define partido e marca prazo para decidir sobre 2022

Depois de ter a biografia de juiz implacável com corruptos sepultada pelo STF, Sergio Moro terá uma dura decisão a tomar: entrar ou não...

CNJ participa de audiência na Corte Interamericana de Direitos Humanos

O Conselho Nacional de Justiça foi convidado a participar de audiência pública de supervisão de sentença no caso Ximenes Lopes vs. Brasil, marcado para...