21.2 C
Brasil
sábado, fevereiro 27, 2021
Início Brasil Jato cedido ao Amazonas para uso na pandemia pode ficar com governo...

Jato cedido ao Amazonas para uso na pandemia pode ficar com governo Zema

Uma aeronave privada que foi cedida ao governo do Amazonas para uso em missões humanitárias no combate à pandemia da Covid-19 pode ser destinada pela Justiça para atender ao governo de Minas Gerais. O uso de aviões tem sido fundamental, como no transporte de oxigênio líquido, no caos instalado na saúde do estado em razão do avanço do coronavírus.

A decisão vai ser tomada pelo Tribunal Regional Federal da 1º Região (TRF1) no próximo dia 2 de fevereiro. O jato Cessna Citation XLS, prefixo PR-TRJ, foi apreendido pela Operação Maus Caminhos em 2016, que investigava desvios em torno de 100 milhões de reais na Secretaria Estadual de Saúde do Amazonas e que tinha como principal alvo o empresário Mouhamad Moustafá, que chegou a ser preso.

A aeronave foi requisitada e ficou com o governo mineiro — na condição de depositário fiel — de julho de 2019 até agosto de 2020, quando os reais proprietários, que locavam o veículo para os investigados, conseguiram na Justiça recuperar o veículo.

Durante o período que ficou em Minas Gerais, o jato foi utilizado pelo governador Romeu Zema (Novo) em viagens com aliados políticos pelo estado. Em setembro de 2020, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou uma decisão da Corte Especial do TRF1 e negou recurso de Minas para reaver a aeronave.

Agora, o caso volta à pauta do mesmo TRF1, sob a relatoria da desembargadora Mônica Sifuentes, a mesma que havia autorizado o governo mineiro a ser o depositário fiel da aeronave, mas com a indicação de sua destinação para uso pela Polícia Militar.

Ao retomar o Cessna, os proprietários constataram diversos danos, como avarias que inutilizaram computadores da aeronave.

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Toffoli impede uso de ‘legitima defesa da honra’ em processos criminais

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu uma decisão liminar nesta sexta-feira que impede o uso da tese da “legítima defesa da honra”...

Pandemia de confusão

A pandemia do coronavírus produziu um impacto catastrófico na normalidade e regularidade da vida social, econômica, política e, principalmente, nas estruturas da saúde pública...

Ações do Padre Júlio Lancellotti podem virar lei nacional

O uso de técnicas de arquitetura hostil em áreas públicas é prática recorrente de diversos gestores para marginalizar ainda mais as pessoas em situação...

Para OAB, investigação do STJ contra procuradores da Lava-Jato é legal

O  inquérito aberto pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) para investigar procuradores da Lava-Jato ganhou o apoio do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz. Para ele, a...