20.6 C
Brasil
quarta-feira, março 3, 2021
Início Brasil Justiça interrompe demissões em massa da Ford em SP e na Bahia

Justiça interrompe demissões em massa da Ford em SP e na Bahia

Após a Ford anunciar o fechamento de suas fábricas no Brasil, a Justiça do Trabalho proibiu que a montadora promova demissões coletivas em suas fábricas em Camaçari, na Bahia, e Taubaté, em São Paulo, enquanto não houver negociação com os respectivos sindicatos. As liminares (decisões provisórias) foram concedidas entre a noite de sexta-feira, 5, e a manhã de sábado, 6. A empresa pode recorrer.

As decisões impedem que a empresa suspenda o pagamento de salários e licenças remuneradas enquanto os contratos de trabalho estiverem em vigor, bem como de fazer propostas de forma individual aos trabalhadores. As liminares foram concedidas a pedido do Ministério Público do Trabalho (MPT), que abriu inquéritos para avaliar os danos sociais do fechamento das fábricas da marca no país.

Em Camaçari, o juiz substituto Leonardo de Moura Landulfo Jorge, da 3ª Vara do Trabalho, estipulou multa de 50.000 reais por trabalhador atingido caso a empresa promova dispensa coletiva. No caso de Taubaté, a juíza Andréia de Oliveira, da 2ª Vara do Trabalho, proibiu a Ford de alienar todos os bens e maquinários localizados no município, sob pena de multa diária de 100.000 reais por bem removido.

(Com Agência Brasil)

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Ibama não ‘acha’ a sede da Petrobras para entregar notificações de multas

O Ibama não conseguiu encontrar a sede da Petrobras para entregar três notificações de autos de infração ambiental. Em Brasília, a sede do Ibama...

STF arquiva denúncia da PGR contra “quadrilhão do PP” e salva Lira

A Segunda Turma do STF arquivou a denúncia por organização criminosa contra o chamado “quadrilhão do PP”, que envolvia o presidente da Câmara, Arthur Lira,...

STF julga lei de antenas de SP inconstitucional e abre espaço para 5G

Uma decisão do Supremo Tribunal Federal publicada ontem julgou inconstitucional a Lei de Antenas de São Paulo. A prefeitura e a câmara municipal recorreram...

Governadores ‘desistem’ de Pazuello para assumir a gestão da crise

Como já aconteceu em outras vezes ao longo dos últimos meses de pandemia da Covid-19, uma comitiva de 21 governadores foi a Brasília nesta...