21.5 C
Brasil
segunda-feira, março 1, 2021
Início Brasil Lista de vacinados da prefeitura de Manaus tem nomes repetidos

Lista de vacinados da prefeitura de Manaus tem nomes repetidos

A Secretaria Municipal de Saúde de Manaus enviou uma lista parcial com os nomes dos vacinados contra a Covid-19 ao Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), que solicitou as informações depois que denúncias de que pessoas teriam furado fila correram as redes sociais. VEJA teve acesso à listagem e verificou que há quatro nomes que aparecem repetidos, com CPFs diferentes, e duas situações em que, ao invés do nome do vacinado, aparece escrito “Informe o CNS do cidadão caso o CNS não seja”. Os nomes repetidos são da mesma unidade hospitalar e aparecem, na maioria das vezes, com a mesma função, o que indica não se tratar de homônimos.

VEJA entrou em contato com a prefeitura, que não respondeu aos questionamentos da reportagem. No ofício, a prefeitura informa ao TCE que 5.257  pessoas foram vacinadas pela secretaria  municipal de saúde, até o dia 20, e que já foram inseridas no sistema as informações de 3.608 imunizados. A prefeitura diz que as informações estão sendo inseridas manualmente em um sistema próprio.

“(…) nossa área de Tecnologia da Informação desenvolveu umsistema próprio que alcança os dados acima, e que se alinham às demandas do Tribunal deContas do Estado do Amazonas – TCE/AM, cujas informações dos vacinados estão sendoregistradas manualmente e também inseridas manualmente, neste sistema própriodesenvolvido pela SEMSA, pois como informado, o sistema do MS não gera relatórios comessas informações e ainda não está ativo ou regular”, diz a secretaria no ofício.

A Pasta informa que, quando os registros forem complementados, os nomes serão incorporados à listagem. Como a lista está incompleta, profissionais que foram vacinados não encontraram seus nomes na lista, o que criou celeuma em alguns grupos de WhatsApp de profissionais da saúde.

A vacinação foi suspensa no dia 21, depois que duas médicas de uma tradicional família de Manaus e o filho de um ex-deputado, recém-formados e recém-nomeados, foram imunizados antes de profissionais que atuam em hospitais de situação mais caótica. A paralisação foi, segundo nota do governo do estado, “para uma reformulação da campanha nas unidades de saúde”. As doses de vacina disponibilizadas nessa primeira fase pelo Ministério da Saúde atende a 34% dos profissionais da área de Saúde no estado.

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Eduardo Leite liderou a reação de governadores contra Bolsonaro

Neste domingo, dia 28, com o objetivo de se defender de críticas na gestão da pandemia, Jair Bolsonaro publicou um post com valores remetidos...

Bolsonaro ‘está matando’ os brasileiros na pandemia, diz Eduardo Leite

Em uma entrevista no fim da tarde desta segunda, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, bateu pesado em Jair Bolsonaro e...

STJ adia julgamento de ações de Flávio Bolsonaro no caso ‘rachadinha’

Os dois recursos da defesa do senador Flávio Bolsonaro contra as investigações do caso das “rachadinhas” que seriam julgados nesta terça-feira foram retirados da...

Covid: Brasil nunca fez o mínimo de isolamento social para deter o vírus

Em meio ao recrudescimento da pandemia da Covid-19 em todo o país, governadores têm defendido que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, fixe regras...