20.2 C
Brasil
terça-feira, abril 20, 2021
Início Brasil Ministra se diz suspeita para julgar desembargador que ofendeu advogada

Ministra se diz suspeita para julgar desembargador que ofendeu advogada

A ministra do STJ Maria Thereza de Assis Moura, corregedora nacional de Justiça, se declarou suspeita para julgar a reclamação disciplinar que apura  a conduta de um desembargador que chamou publicamente uma advogada de “vagabunda desqualificada”, “desonesta” e “sacana”. 

Em outubro de 2020, Maria Thereza reconsiderou uma decisão de arquivamento da apuração de infração disciplinar contra Tutmés Airan, desembargador do Tribunal de Justiça de Alagoas. Ele teria feito ofensas contra a advogada em áudios divulgados via WhatsApp em um grupo com jornalistas. 

Nesta quarta-feira, porém, a ministra deu uma decisão declarando-se suspeita “por motivo de foro íntimo”. Agora, o caso será redistribuído para outro integrante do CNJ.

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Processos de Witzel sofrem debandada de advogados de defesa

Após sucessivas derrotas — a última delas foi um pedido para suspender o impeachment negado pelo ministro Alexandre de Moraes — os advogados que...

Caso Henry: Polícia Civil do Rio deve encerrar inquérito nesta semana

A Polícia Civil do Rio de Janeiro não definiu, ainda, se vai ouvir Monique Medeiros, de 33 anos, mãe do menino Henry Borel, de...

Governo abre segundo edital de parceria privada para atuação em Alcântara

A Agência Espacial Brasileira (AEB) publicou na última sexta-feira o segundo chamamento público e tem a expectativa de atrair grupos internacionais e nacionais, que...

A aposta da Embrapa para impulsionar o agro

A Embrapa começa a executar nos próximos dias o maior levantamento já realizado sobre as características do solo brasileiro. A plataforma tecnológica s ser utilizada...