25.5 C
Brasil
sexta-feira, maio 14, 2021
Início Brasil Moraes determina retirada de documentos alheios à denúncia de Witzel

Moraes determina retirada de documentos alheios à denúncia de Witzel

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo, determinou que sejam retirados dos autos do processo de impeachment de Wilson Witzel documentos que não dizem respeito aos fatos descritos na denúncia. O ministro negou, contudo, o pedido de suspensão do processo, como pretendia a defesa do governador afastado. 

Nesta sexta-feira, Tribunal Especial Misto julga se Witzel deve ser afastado definitivamente do cargo. Além disso, os integrantes do tribunal podem tornar o governador inelegível por cinco anos.

Ao STF, Witzel pedia uma nova oitiva dele e novo interrogatório do ex-Secretário de Estado de Saúde do Rio, Edmar Santos.

De acordo com Moraes, após informações prestadas pelo TEM, foi possível verificar que a juntada da colaboração de Edmar Santos foi determinada pelo ministro Benedito Gonçalves, do STJ, sem pedido das partes ou ordem específica do Tribunal Misto.

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Pazuello não poderá omitir nomes nem proteger condutas de terceiros na CPI

Na decisão em que concede o direito ao silêncio ao ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, o ministro Ricardo Lewandowski deixa o general na chuva...

Lewandowski concede habeas corpus e Pazuello poderá se calar na CPI

O ministro Ricardo Lewandowski concedeu há pouco habeas corpus para que o ex-ministro da Saúde possa evitar responder a perguntas que o incriminem na...

Cotado para 2022, ministro de Bolsonaro se compara a Rogério Ceni

Torcedor fanático do Flamengo, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, deu agora para comparar seu trabalho no governo ao do técnico Rogério Ceni...

Deputada apresenta texto final sobre educação em casa

A deputada Luísa Canziani (PTB-PR) apresentou nesta sexta o relatório final do projeto de lei que viabiliza a chamada educação básica domiciliar, modelo pelo...