22.3 C
Brasil
domingo, abril 18, 2021
Início Brasil O dia D e a hora H de Joaquim Luna na Petrobras

O dia D e a hora H de Joaquim Luna na Petrobras

Formado por quatro integrantes — sendo dois nomes do Conselho de Administração –, o comitê de elegibilidade da Petrobras começa nesta terça a analisar o currículo do general Joaquim Luna.

O militar da reserva, que está no comando de Itaipu, foi indicado por Bolsonaro para comandar a Petrobras após o presidente decidir interferir na companhia para demitir o presidente da petroleira, Roberto Castello Branco.

Nessa primeira fase, o comitê analisará o currículo de Luna e os critérios legais para decidir se recomenda ou não o envio do nome para votação da assembleia de acionistas.

Dois integrantes do Conselho de Administração da Petrobras, o advogado tributarista Leonardo Antonelli, que representa os minoritários, e o oficial da reserva da Marinha Ruy Flaks Schneider, pelo governo, terão a responsabilidade de votar se aceitam ou não o nome de Luna. Se der empate, o desempate, pelas regras da estatal, será de Antonelli.

A análise do comitê sobre o currículo de Luna prevê a própria sabatina do indicado pelo presidente, que não é obrigatória. Se passar nessa primeira fase, Luna terá o nome submetido à assembleia da estatal para figurar no Conselho de Administração. Só depois, então, é que poderá ser votado para comandar a Petrobras.

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

A dura missão de Braga Netto na Defesa

Walter Braga Netto levará um tempo para vencer a desconfiança na caserna. No Exército, oficiais generais de alta patente consideram que Braga Netto aprendeu...

A relação do novo chefe do Itamaraty com a China

Se o ambiente melhorou com os Estados Unidos na esteira dessa discussão da Cúpula do Clima de Joe Biden, o mesmo pode-se dizer em...

Os ‘exemplos domésticos’ do ministro Edson Fachin, do STF, no isolamento

No isolamento social há um ano, o ministro Edson Fachin, que comanda os casos da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal, divide o tempo entre...

Presidenciáveis de centro e esquerda se unem em críticas a Bolsonaro

Cinco presidenciáveis de diferentes partidos e ideologias – o apresentador de TV Luciano Huck (sem partido), os governadores João Doria (PSDB-SP) e Eduardo Leite...