25.6 C
Brasil
sexta-feira, maio 14, 2021
Início Brasil Partidos vão ao Supremo contra MP que antecipa Reforma Administrativa

Partidos vão ao Supremo contra MP que antecipa Reforma Administrativa

Os partidos que integram a Frente Parlamentar Servir Brasil vão dar entrada ainda nesta terça-feira no Supremo Tribunal Federal   em uma ação contra a medida provisória que o governo Bolsonaro mandou para o Congresso envolvendo a Reforma Administrativa.

A MP 1042, editada na semana passada, promove uma restruturação de cargos em comissão, funções de confiança e gratificações do Poder Executivo federal e está para ser apreciada pelo Congresso. O Ministério da Economia defende que a medida pode aumentar a “eficiência” administrativa ao permitir que os gestores possam livremente alocar os cargos e as funções comissionadas existentes.

Ao Supremo, as legendas dizem que o texto viola o princípio da separação dos poderes ao autorizar o presidente possa dispor, via decreto, sobre a transformação de cargos públicos comissionados, funções de confiança e gratificações na administração pública federal, excluindo a competência prevista na Constituição para que o Legislativo disponha sobre a matéria.

Para os partidos, o governo tenta, “pela via oblíqua da medida provisória”, ganhar um “cheque em branco” do Congresso Nacional, “para legislar, por decreto, sobre a matéria, em retirada imprópria de poderes do Legislativo”.

Integrante da frente parlamentar, o deputado federal Professor Israel (PV-DF) chama a atenção para um aumento de perseguições no serviço público caso a MP venha a ser implementada. “A MP de certa forma favorece o clima de vilanização dos servidores públicos vivido atualmente no governo Bolsonaro. Certamente o texto abre margem para uma série de abusos que temos classificado como ‘bullying institucional’”, disse ao Radar.

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

PGR assina delação com advogado que deve implodir a Lava-Jato no Rio

O advogado Nythalmar Filho na última terça-feira seu acordo de delação premiada com a PGR. Em troca de provas contra investigadores da força-tarefa da Lava-Jato...

STF arquiva caso dos cheques de Queiroz que mirava Bolsonaro

No início da semana, o Radar revelou que o chefe da PGR, Augusto Aras, havia rejeitado investigar Jair Bolsonaro no caso dos cheques depositados...

Disputa pelo controle do aeroporto de Manaus segue no STF

A novela da licitação do aeroporto de Manaus, que antagoniza o governo de Jair Bolsonaro e consórcio SB Participações, ganhou mais um capítulo com...

Universidade Zumbi dos Palmares lança pesquisa inédita sobre cotas raciais

A Universidade Zumbi dos Palmares, em parceria com a ONG Afrobras e com o Conselho Nacional de Justiça, vai dar início a uma pesquisa...