24.2 C
Brasil
domingo, março 7, 2021
Início Brasil Quem está por trás dos outdoors que festejam Doria no MS

Quem está por trás dos outdoors que festejam Doria no MS

Um típico reduto bolsonarista celebra o xeque-mate que João Doria deu em Jair Bolsonaro na corrida pelas vacinas contra a Covid-19.

Em Campo Grande (MS), um jornalista decidiu provocar Bolsonaro e tem espalhado pela cidade outdoors festejando o governador de São Paulo e sua Coronavac, do Instituto Butantan.

Desde o final do ano passado Vinícius Squinelo, 32 anos, e empresa TopMídia News, de comunicação visual, onde trabalha, faz os cidadãos lembrarem que governante se empenhou mais pela cura do coronavírus que o rival de Brasília.

Já foram 3 versões de mensagens com menções elogiosas ao governador paulista. A mais provocativa a Bolsonaro e de apologia a Doria está nesse momento em vários pontos da capital do estado. São 10 outdoors ao todo com uma enorme foto do tucano com o texto que lembra propaganda eleitoral:

“Parabéns, João Doria. ‘V’ de vitória, de vacina, de verdade. Vacina para todos”.

Vinícius não recebeu dinheiro do governo paulista e sequer conhece Doria. Prefere não revelar suas predileções políticas, mas é garantido que passa bem longe do atual ocupante do Palácio do Planalto.

Ele explica a iniciativa.

“O João Doria não é do meu estado. Não faço campanha para ele. Não tenho interesse algum. Não levo um centavo do governo ou da prefeitura de São Paulo. Mas, se não fosse ele, nesse momento o Brasil não estaria se vacinando. E digo mais: a ação dele fez o Bolsonaro se mexer”, contou Vinícius ao Radar.

A campanha eleitoral fora de época para Doria incomodou bolsonaristas na cidade, mas não a ponto de alguém hostilizá-lo. Algumas pessoas ainda acham que seja ação do PSDB ou do governador vão para as redes sociais atacar Doria.

O outdoor anterior, veiculado na cidade, era um ataque direto ao presidente. Dizia:

Continua após a publicidade

“Coronavac, a vacina que fará da Covid uma gripezinha”, ao lado de uma foto da fachada do Butantan e uma caixa de uma unidade da Sinovac.

O autor reconhece que a intenção foi provocar mesmo.

“Foi para ironizar mesmo. Não vou mentir. Foi para cutucar o presidente”.

A promoção de Doria e sua vacina é bancada pela empresa que Vinícius trabalha. O custo de um outdoor desses – de confecção a veiculação – é de 1.100 reais.

No ano passado, a empresa do jornalista homenageou Henrique Mandetta, que é um político do estado, quando ele deixou o Ministério da Saúde e virou algoz de Bolsonaro.

Perguntado se poderia fazer homenagem igual para o presidente, respondeu que sim.

“Se houver empenho de fato dele pela vacinação, teremos o maior prazer do mundo. Mas, por enquanto, não é o maior responsável por essa ação”.

 

 

 

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Ministério da Justiça leiloa fazenda de bicheiro famoso no Mato Grosso

A Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça abriu recentemente o leilão de uma fazenda que foi do bicheiro Comendador Arcanjo, espécie...

Imagem de militares no governo ajuda Bolsonaro nas urnas, aponta pesquisa

Com a popularidade estremecida, Jair Bolsonaro tem ampliado o espaço de militares em seu governo. Desde a redemocratização, nunca foi tão grande a presença...

Cúpula do PSB tenta não se iludir com Luiza Trajano

A cúpula do PSB sondou Luiza Trajano para disputar o Planalto, mas já desembarcou da ideia, diante da delicada negativa da empresária. “Não queremos outra...

Polícia avança na investigação do assassinato de Marielle

A polícia do Rio deve anunciar novidades na próxima semana a respeito das investigações da morte de Marielle Franco. No próximo dia 13, os...