21.9 C
Brasil
sexta-feira, maio 14, 2021
Início Brasil Vice do Amazonas entra na mira da PGR como possível colaborador

Vice do Amazonas entra na mira da PGR como possível colaborador

A situação do governador do Amazonas, Wilson Lima, é, nas palavras de um ministro do STJ, de “difícil escapatória”. Lima foi denunciado pela PGR por desvios na pandemia.

Talvez por essa constatação no STJ, o vice-governador do Amazonas, Carlos Alberto, entrou na mira da PGR como potencial colaborador nas investigações contra Lima.

Sobre o assunto, nesta quinta, o governador do Amazonas mandou nota ao Radar: “O governador reitera que sua determinação aos gestores estaduais foi e tem sido no sentido de garantir o atendimento à população, respeitando todos processos legais. Cabe destacar, também, que a denúncia apresentada à Justiça não aponta nenhum benefício ou vantagem oferecida, solicitada ou recebida pelo governador. O governador Wilson Lima espera que o devido processo legal, além de demonstrar a lisura de seus atos, também possa sanar qualquer dúvida em relação às acusações feitas – já que em 186 páginas da denúncia, não foi apontado um único benefício que ele tenha recebido em função dos fatos relatados”.

- Advertisment -

Ultimas Notícias

PGR assina delação com advogado que deve implodir a Lava-Jato no Rio

O advogado Nythalmar Filho na última terça-feira seu acordo de delação premiada com a PGR. Em troca de provas contra investigadores da força-tarefa da Lava-Jato...

STF arquiva caso dos cheques de Queiroz que mirava Bolsonaro

No início da semana, o Radar revelou que o chefe da PGR, Augusto Aras, havia rejeitado investigar Jair Bolsonaro no caso dos cheques depositados...

Disputa pelo controle do aeroporto de Manaus segue no STF

A novela da licitação do aeroporto de Manaus, que antagoniza o governo de Jair Bolsonaro e consórcio SB Participações, ganhou mais um capítulo com...

Universidade Zumbi dos Palmares lança pesquisa inédita sobre cotas raciais

A Universidade Zumbi dos Palmares, em parceria com a ONG Afrobras e com o Conselho Nacional de Justiça, vai dar início a uma pesquisa...