21.9 C
Brasil
quinta-feira, março 4, 2021
Início Política 2020, Stephen King na veia (por Mirian Guaraciaba)

2020, Stephen King na veia (por Mirian Guaraciaba)

Há exatos 10 meses e 14 dias morria a primeira vítima de Covid19 no Brasil. Naquele 23 de janeiro, o então Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, já ouvia falar de Coronavirus, durante o Forúm de Davos. Mas tivemos o Carnaval. Indolência, irresponsabilidade, vagabundagem, negligência. Três ministros da Saúde, e um presidente leviano.

O desprezo pela vida e pela verdade levou Jair Messias a inviabilizar a tomada de medidas que poderiam minimizar os efeitos da pandemia anunciada em março. De lá para cá, mortes. Medo, angústia. Vergonha mundial, o governo brasileiro estendeu o sofrimento e a pandemia. Quanto pôde. Quanto pode.

Com as devidas restrições politico-ideológicas a Luiz Henrique Mandetta – bolsonarista de primeira hora – o então Ministro, em março, foi o único no governo a alertar para a gravidade sem precedentes do vírus. Naquele mês, pensava-se ingenuamente: até junho, quem sabe agosto, setembro, estaremos livres da peste. Imunizados, quem sabe? Vacinados, com a graça divina, até o final do ano.

Chegamos a 2021 com a espada do Covid19 sobre nossas cabeças. Mandetta só parou de alertar o País quando foi defenestrado vergonhosamente pelo Capitão do Mato. Veio o general. Disse que entendia de logística. Até hoje, não temos seringas para aplicar uma provável vacina, de qualquer idioma, qualquer procedência, sequer encomendadas.

A demência de Bolsonaro no trato da pandemia faz eco em milhões de pessoas. Como o Capitão, desafiam o vírus. Festas, praias lotadas, shows. Inevitável recrudescimento. As aglomerações avultarão os numeros trágicos de mortes no Brasil – 177 mil vidas perdidas até ontem.

Continua após a publicidade

E chega o Natal, vem o Reveillon. E quem sabe um Carnaval improvisado por foliões enfurecidos? Mais festas, mais medo, mais mortes.

Antes viesse março, depois de novembro.

PS: Qualquer semelhança .. Pennywise – It: A Coisa. Entidade sobrenatural criada pelo escritor americano Stephen King, se alimenta dos medos e fobias de suas vítimas. Aparece na forma de palhaço para atrair suas presas. Tem influência grande sobre o povo da cidade. mesmo após todos os assassinatos e desaparecimentos de crianças.

 

Mirian Guaraciaba é jornalista

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Marco Aurélio manda Câmara votar abertura de processo contra Bolsonaro

Em janeiro, o governador do Maranhão, Flávio Dino, apresentou ao STF uma queixa-crime contra o presidente Jair Bolsonaro pelo crime de calúnia. O governador...

‘A gente volta a sorrir quando você sair’, diz Maia a Bolsonaro

Para tirar o foco do noticiário da mansão do filho Zero Um, o presidente Jair Bolsonaro voltou a radicalizar nas declarações sobre a pandemia...

Witzel pede ao STF que afastamento do cargo não passe de 180 dias

O governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, entrou com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo que o afastamento do governador do estado,...

Depois de colocar SP na fase vermelha, Doria reforça segurança

João Doria teve que reforçar a segurança nos arredores da própria residência por causa da turma radical que não aceita as medidas se segurança...