21.2 C
Brasil
sábado, fevereiro 27, 2021
Início Política Dez pessoas são detidas e governo registra 91 crimes eleitorais

Dez pessoas são detidas e governo registra 91 crimes eleitorais

Do dia de ontem até as 9 horas da manhã deste domingo 29, o Ministério da Justiça contabilizou dez pessoas presas ou conduzidas a delegacias por irregularidades relacionadas às eleições. Houve pelo menos uma apreensão de dinheiro e cinco de veículos. Os dados fazem parte da Operação Eleições 2020, conduzida pelo governo federal, e que conta com efetivo de 65.382 pessoas entre agentes de inteligência, guardas municipais, forças policiais e Detrans.

Até a manhã deste domingo, a maior incidência foi classificada genericamente pelo governo como ‘crimes de desobediência às ordens da Justiça eleitoral’, com 83 ocorrências, mas houve também registros de compra de votos, boca de urna, concentração de eleitores e irregularidades como o uso de desinformação sobre o processo eleitoral (foram 26 episódios desta natureza entre ontem e a manhã deste domingo).

Neste segundo turno de eleições municipais, 57 cidades brasileiras vão eleger seus prefeitos, sendo 18 delas as seguintes capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Vitória, Goiânia, Cuiabá, Porto Alegre, Maceió, Fortaleza, São Luís, João Pessoa, Recife, Teresina, Aracaju, Rio Branco, Manaus, Belém, Porto Velho e Boa Vista.

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Toffoli impede uso de ‘legitima defesa da honra’ em processos criminais

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu uma decisão liminar nesta sexta-feira que impede o uso da tese da “legítima defesa da honra”...

Pandemia de confusão

A pandemia do coronavírus produziu um impacto catastrófico na normalidade e regularidade da vida social, econômica, política e, principalmente, nas estruturas da saúde pública...

Ações do Padre Júlio Lancellotti podem virar lei nacional

O uso de técnicas de arquitetura hostil em áreas públicas é prática recorrente de diversos gestores para marginalizar ainda mais as pessoas em situação...

Para OAB, investigação do STJ contra procuradores da Lava-Jato é legal

O  inquérito aberto pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) para investigar procuradores da Lava-Jato ganhou o apoio do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz. Para ele, a...