20.8 C
Brasil
terça-feira, março 9, 2021
Início Política Eleições: WhatsApp baniu 360 mil contas por disparo de mensagens em massa

Eleições: WhatsApp baniu 360 mil contas por disparo de mensagens em massa

Ferramenta decisiva na eleição presidencial de 2018, o uso de disparos em massa de mensagens pelo WhatsApp – boa parte delas contendo fake news – também deu as caras em grande volume na disputa municipal deste ano: o aplicativo de mensagens baniu nada menos que 360.000 contas no período eleitoral (setembro a novembro) por envio massivo ou automatizado de publicações.

Apesar de ter adotado várias medidas para reduzir o uso desse tipo de ferramenta, como a limitação do encaminhamento de mensagens para cinco conversas por vez, o número ficou muito próximo do verificado na eleição de 2018, quando 400 mil contas foram banidas. A principal ferramenta usada pelo WhatsApp é a tecnologia de aprendizado de máquina, que identifica comportamento abusivo sem ter acesso ao conteúdo das conversas no aplicativo.

Mas há também colaborações, como a da plataforma criada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que recebeu nesse período cerca de 5.000 denúncias de disparo em massa de mensagens eleitorais. Após uma revisão preliminar, para remover números duplicados, o WhatsApp identificou 3.527 contas válidas e baniu 1.042 números (29,5% do total) por violação de seus termos de serviço.

 

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Ultimas Notícias

Veja quais medidas de restrição são estudadas pelos governadores

Dispostos a adotar medidas conjuntas para conter o avanço da pandemia de coronavírus, os 23 governadores que integram o pacto pela vida devem começar...

Operação prende 1,5 mil pessoas por crimes contra mulheres

Realizada simbolicamente no Dia Internacional da Mulher, a Operação Resguardo prendeu nesta segunda-feira, 8, 1.548 pessoas e cumpriu 985 mandados de prisão por crimes...

Gilmar Mendes não deve aceitar calado decisão de Fachin

Interlocutores de Gilmar Mendes dão como certo que o ministro não aceitará calado a decisão do ministro Edson Fachin, de ter decretado a morte...

Bolsonaro sobre Lula: ‘brasileiro não quer candidato como ele em 2022’

Ao comentar a decisão do ministro Edson Fachin que tornou o ex-presidente Lula elegível novamente, o presidente Jair Bolsonaro disse acreditar que o povo brasileiro não...