21.1 C
Brasil
terça-feira, setembro 28, 2021
Home Política Senador da cueca diz que é alvo de linchamento por ato ‘impensado’

Senador da cueca diz que é alvo de linchamento por ato ‘impensado’

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR), flagrado numa operação da Polícia Federal com dinheiro dentro da cueca na semana passada, voltou a se pronunciar sobre o episódio, dessa vez por intermédio de seus advogados.

Sua defesa diz que o cliente é vítima de um linchamento, que guardar dinheiro onde guardou foi um “ato impensado”.

Os advogados informaram ainda que esse dinheiro  é lícito e seria destinado paga funcionários da empresa da família do senador.

Os advogados se referem também na nota à matéria exibida ontem no pograma “Fantástico”, da TV Globo.

“A defesa do senador Chico Rodrigues manifesta sua perplexidade com o linchamento sofrido por ele, sem que haja qualquer prova contra sua conduta. O dinheiro tem origem particular comprovada e se destinava ao pagamento dos funcionários da empresa da família do senador”.

Os três advogados que assinam a nota em defesa de Rodrigues – Ticiano Figueiredo, Pedro Ivo Velloso e Yasmin Handar – informam que os recursos destinados por emenda parlamentar à Covid-19 para Roraima seguem nas contas do governo e que ele não poderia ficar com esse montante.

“Ele está sendo linchado por ter guardado seu próprio dinheiro. Foi uma reação impensada, de fato, as tomada diante de um ato de terrorismo policial, sem que haja qualquer evidência de desvio em sua conduta”.

E afirmam ainda que “ter dinheiro lícito em casa não é crime. O único ato ilícito deste caso é o vazamento dos registros da diligência policial arbitrária que ele sofreu”.

Continua após a publicidade

- Advertisment -

Most Popular

Reviravolta nos tribunais

Rico, poderoso e bem-sucedido, o advogado Roberto Caldas era uma autêntica estrela do mundo jurídico. Juiz da Corte Interamericana de Direitos Humanos, ele foi...

Investigados sem foro na Operação Calvário serão julgados na 1ª instância

O desembargador Ricardo Vital de Almeida, do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB), aceitou pedido para que réus da Operação Calvário sem prerrogativa de...

Justiça nega pedido da defesa de Flordelis contra suspeição de juíza

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro rejeitou nesta quarta-feira, 1, a exceção de suspeição contra a juíza Nearis...

Bolsonarista, ex-fuzileiro assume defesa de viúva do miliciano Adriano

Viúva do miliciano Adriano da Nóbrega e candidata a delatora das entranhas dos crimes do ex-marido, Julia Emília Mello Lotufo mudou de advogado. Saiu...

Recent Comments